16 de dezembro de 2017

Diário Espiritual: 16 de Dezembro (Natal)

Eu me prepararei para a vinda do Onipresente Bebê Cristo, limpando o berço da minha consciência, agora "mofado" com o egoísmo, a indiferença e o apego aos sentidos; e polindo-o com a profunda e diária meditação divina, com a introspecção e o discernimento. Reformarei o berço com as brilhantes qualidades da alma: amor fraterno, humildade, fé, desejo pela realização divina, força de vontade, autocontrole, renúncia e altruísmo, para que eu possa celebrar adequadamente o nascimento da Criança Divina. (Paramahansa Yogananda, "Meditações Metafísicas").

15 de dezembro de 2017

Diário Espiritual: 15 de Dezembro (Natal)

Para trazer a consciência divina até a nossa consciência humana, temos que superar o limitado conceito convencional de Cristo. Para mim, o Natal é um pensamento de grandeza espiritual - uma realização de que nossas mentes são um altar de Cristo, a Inteligência Universal em toda a criação. Jesus nasceu numa pequena manjedoura, mas o Espírito do Cristo é onipresente. (Paramahansa Yogananda, "Self-Realization Magazine").

14 de dezembro de 2017

Diário Espiritual: 14 de Dezembro (Silêncio)

Das profundezas do silêncio, a fonte da bem-aventurança de Deus jorra infalivelmente e flui sobre o ser humano. (Paramahansa Yogananda, "Sayings of Paramahansa Yogananda").

13 de dezembro de 2017

Diário Espiritual: 13 de Dezembro (Silêncio)

Você deve sentar-se em silêncio antes de decidir sobre qualquer assunto importante, pedindo ao Pai as Suas bênçãos. Então, por trás do seu poder estará o poder de Deus; por trás da sua mente estará a mente dEle; por trás da sua vontade estará a vontade dEle. (Paramahansa Yogananda, "A Lei do Sucesso").

12 de dezembro de 2017

Diário Espiritual: 12 de Dezembro (Silêncio)

Meu silêncio, como uma esfera em expansão, propaga-se por toda parte. Meu silêncio propaga-se como uma canção de rádio, acima e abaixo, à esquerda e à direita, dentro e fora. Meu silêncio se espalha como um incêndio de bem-aventurança; os sombrios arbustos da tristeza e os altos carvalhos do orgulho estão todos se consumindo nas chamas. Meu silêncio, como o éter, tudo permeia, levando as canções da terra, dos átomos e das estrelas aos salões da Sua mansão infinita. (Paramahansa Yogananda, "Metaphysical Meditation").

11 de dezembro de 2017

Diário Espiritual: 11 de Dezembro (Silêncio)

Construa o seu ambiente interno. Pratique o silêncio! Eu me lembro da disciplina maravilhosa dos Grandes Seres. Quando nós falávamos e tagarelávamos, eles diziam: "Voltem-se para seu castelo interno". Era muito difícil compreender isso, mas agora eu entendo o caminho de paz que nos foi mostrado. (Paramahansa Yogananda, Lições da SRF).

10 de dezembro de 2017

Diário Espiritual: 10 de Dezembro (Silêncio)

Esteja com as pessoas em silêncio; não gaste tempo e energia preciosos em conversas frívolas. Coma em silêncio; trabalhe em silêncio. Deus ama o silêncio. (Paramahansa Yogananda, Lições da Self-Realization Fellowship).

9 de dezembro de 2017

Diário Espiritual: 09 de Dezembro (Silêncio)

O silêncio habitual de Sri Yukteswar* era causado por suas profundas percepções do Infinito. Não lhe sobrava tempo para as inúmeras "revelações" que ocupam os dias dos instrutores sem percepção interna e externa de Deus. Dizem as Escrituras hindus: "Nos homens superficiais, o peixe dos pequeninos pensamentos provoca imenso tumulto. Nas mentes oceânicas, as baleias da inspiração mal encrespam a superfície." (Paramahansa Yogananda, Autobiografia de um Iogue).

8 de dezembro de 2017

Diário Espiritual: 08 de Dezembro (Silêncio)

A verdadeira prática da religião é sentar-se quieto em meditação e falar com Deus. Mas você não atinge tal ponto de intensidade se não se concentrar o bastante, e é por isso que você permanece na ilusão. (Paramahansa Yogananda, "A Eterna Busca do Homem").